Procedimentos de 1 Pseudópodo

DI COMPANHIA DE DANÇA | BRASIL // BRAZIL
PROCEDIMENTOS DE 1 PSEUDÓPODO

PREÇÁRIO: €5
ESPECTÁCULO DE DANÇA INCLUSIVA // inclusive dance performance
16 DEZ // DEC | QUINTA // THURSDAY
JARDIM DE INVERNO // WINTER GARDEN | 21H00 // 9pm | 55’| M/12

Após realizar diversas experiências sobre a relação movimento, objecto e corpo sugerido pela presença do lúdico, concluiu-se a pesquisa na dança Pseudópodos. O estudo foi iniciado em 2002, a partir do Procedimento intitulado I, seguido do II em 2005 e o Resultado em 2006.
Provocado por Taís Vieira, consultora e crítica da Companhia, o director e coreógrafo Paulo Azevedo observou outra possibilidade de construção cénica, desta vez misturando as etapas anteriores numa só para fazer surgir a obra. Desta experiência de “remixagem”, revelaram-se novos sentidos, musicalidades e interacções, onde os objectos e os corpos em inter-acção contínua observam e ao mesmo tempo participam de um jogo que vai ao limite de cada contacto sem, no entanto, produzir formas finitas de relacionamento entre os envolvidos na experiência.
Para criação da coreografia foram levadas em conta três considerações: a construção da virtuosa; a ludicidade e os princípios de subjectividade a partir da imagem.
Cada uma destas considerações sugeriram interrogações que nos levaram a proposições e acções (dinâmicas, práticas, intervenções) que auxiliavam a construção cénica. Pouco a pouco tornou-se transparente a necessidade de realizar uma dança, presente na sua intimidade, ou simplesmente, brincadeira, fazendo do palco uma “caixa de brinquedos”.
After conducting several experiments about relationship moving, object and body suggested by the presence of playful, concluded the research in dance “Pseudópodos”. The study has started in 2002, from the procedure called I followed by the II in 2005 and the “Resultado” in 2006.
Triggered by Thais Vieira, consultant and critic of the Company, the director and choreographer Paulo Azevedo noted another possibility of scenic construction, this time mixing the above steps at once to bring up the work. From this experience of “remix”, it was revealed new senses, musicality and interactions, where the objects and bodies in continuously interaction observe and also playing a game that goes to the limit of each contact without, however, produce finite forms of relationship between those involved in the experiment.
To create the choreography it was took into account three considerations: the construction of the virtuoso, the playfulness and the principles of subjectivity from the image.
Each one of these considerations suggest questions that led us to propositions and actions (dynamics, practices, interventions) that helped build the scenic construction. Gradually it became clear the need to perform a dance on this intimacy, or simply play, making the stage a “TOY BOX”.

_____________________________________________________________

DI COMPANHIA DE DANÇA
 
A DI Cia. de Dança é um dos grupos profissionais do CIEM.h2 (Centro Integrado de Estudos do Movimento Hip Hop). A experiência do grupo está pautada no processo conceituado como dança inclusiva – dança que envolve em cena pessoas com e sem deficiências -, todavia ao perceber que este conceito carrega, pela sua natureza, uma dimensão também limitadora e mesmo estigmatizante, optámos pela sigla DI a fim de suscitar uma definição infinita para este processo, ou simplesmente uma dança imperfeita e uma distinta identidade assim como a gente deseja que seja.
A experiência deste trabalho, fundado a 1 de Abril de 1999 em Macaé, confunde-se com a história de vida do coreógrafo Paulo Azevedo.
Em 1997 após sofrer um acidente de carro, o coreógrafo conheceu novas possibilidades de movimento ao vivenciar o quotidiano numa cadeira de rodas. De seguida, Paulo Azevedo iniciou um projecto voltado exclusivamente para pessoas com deficiências, e é desse espaço compartilhado que surge a experiência da DI cia. de dança.
About DI Dance Company
The DI Dance Company is one of the professional groups of CIEM.h2 (Integrated Center for the Study of Hip Hop Motion). The experience of the group is guided in the process conceptualized as inclusive dance – dance that involves in scene people with and without disabilities – however to realize that this term carries in its nature a limiting dimension and even stigmatizing we chose the initials DI to raise an endless definition for this process, or simply an imperfect dance and a distinct identity as well as we want it to be.
The experience of this work founded on April 1, 1999 in Macaé merges with the life story of choreographer Paul Azevedo. In 1997 after suffering a car accident, the choreographer known new movement possibilities to experiencing everyday life in a wheelchair. Then Paulo Azevedo started a project aimed exclusively for people with disabilities, and from this shared space comes the experience of DI Dance Company.
Os principais resultados coreográficos da Cia são:

“O Heterohomogênico”, ano de criação: 2002
“Pseudópodos”(procedimento I), ano de criação: 2002/03
“Pseudópodos” (procedimento II), ano de criação: 2005/06
“Pseudópodos” (procedimento II-urbano), ano de criação: 2008
“Pseudópodos” (o resultado), ano de criação: 2006
“Procedimentos de um Pseudópodo” (a coreografia), ano de criação: 2008
“Gudubik” (o que vem depois dos falsos pés), ano de criação: 2007/10

As principais actuações:
Festival Internacional Visões Urbanas 2010. (São Paulo)
Ocupação teatros CAIXA CULTURAL (RJ e SP) – 2010
Festival Cidade Ocupada / Ano da França no Brasil (Macaé)- 2009
Com a Cabeça na Roda (Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança Turnê nas Universidades do RJ) – 2008/09)
Festival Move Berlim (Alemanha) – 2009
Festival Dies de Danza/CQD (Espanha) – 2008
I Jornada Nacional da Solidariedade (Macaé/RJ) – 2008
Curadoria do Festival Move Berlim (Macaé/RJ) – 2006/07
Mostra Arte sem Barreiras (Bauru/SP) – 2006
Festival Brasileiro Além dos Limites (Brasília/DF) – 2006
Projeto Com a Cabeça na Roda (Macaé, Quissamã, Cabo Frio, Campos e São Fidélis) – 2006
Mostra Arte, Diversidade e Inclusão Sociocultural (CCBB/RJ) – 2005
TVE (Programa Especial – RJ) – 2005
Fórum de Responsabilidade Social (Petrobras – Macaé)  2004
Mostra Arte sem Barreiras (Teatro Municipal de Niterói/RJ) – 2004
Jornada PAE (Petrobras – Macaé) – 2003/06
Mostra de Hip Hop e afins culturais (Macaé) – 2003/07
Mostra Arte sem Barreiras (SESC Niterói/RJ) – 2003
O Heterohomogênico (TMM – Macaé) – 2002
The main results of the company are:
“O Heterohomogênico”, date of creation: 2002

“Pseudópodos”, (procedure I), year of creation: 2002/03
“Pseudópodos”, (procedure II), year of creation: 2005/06
“Pseudópodos”, (procedure II-urban), year of establishment: 2008
“Pseudópodos”, (the result), year of creation: 2006
“Procedimentos de um Pseudópodo” (choreography), year of creation: 2008
“Gudubik” (which comes after the false feet), year of creation: 2007/10
The main activities:
International Festival Visões Urbanas 2010. (Sao Paulo)

Occupation theaters CAIXA CULTURAL (RJ and SP) – 2010
Festival Cidade Ocupada / Ano da França no Brasil (Macaé) – 2009
Com a Cabeça na Roda (Award Funarte Klauss Vianna Dance Tour at the University of Rio de Janeiro) – 2008/09)
Festival Move Berlin (Germany) – 2009
Festival Dies de Danza / CQD (Spain) – 2008
I National Day of Solidarity (Macaé / RJ) – 2008
Curator of the Move Berlin Festival (Macaé / RJ) – 2006/07
Exhibition Arte sem Barreiras (Bauru / SP) – 2006
Brazilian Festival Além dos Limites (Brasília) – 2006
Project Com a Cabeça na Roda (Macaé, Quissamã, Cabo Frio, Campos and Sao Fidelis) – 2006
Exhibition Arte, Diversidade e Inclusão Sociocultural (CCBB / RJ) – 2005
TVE (Special Program – RJ) – 2005
Social Responsibility Forum (Petrobras – Macaé) 2004
Exhibition Arte sem Barreiras (Teatro Municipal de Niterói / RJ) – 2004
Exhibition PAE (Petrobras – Macaé) – 2003/06
Hip Hop exhibition and related cultural (Macaé) – 2003/07
Exhibition Arte sem Barreiras (SESC Niterói / RJ) – 2003
O Heterohomogênico (TMM – Macaé) – 2002
EQUIPE TÉCNICA / TECHNICAL STAFF
PAULO AZEVEDO
Diretor Artístico e Coreógrafo da DI Cia de Dança é Mestre em Políticas Sociais; Graduado em Educação Física, Autor dos livros “Dança de Rua, contando histórias”; “GREM: a descoberta de talentos nas escolas municipais de Macaé”; “Meninos que não criam permanecem no CRIAM.: inspirado em histórias de vidas de adolescentes em conflito com a lei”; Autor do projeto “Corpo Aberto” de investigação sobre as relações corpo e memória entre o Brasil e o Bénin”; Professor convidado pelo Instituto Itaú Cultural/Programa Rumos Educação, (2006); Professor convidado pelo Seminário Dança e Educação em Porto Alegre/RS (2006/08); Atuou em mais de 16 países como coreógrafo, palestrante e professor; Representou o Brasil a partir da banda ART.1 no WCPRC (Prêmio Nobel dos Direitos das Crianças no Mundo) em Marifried e Estocolmo, na Suécia (2007); Representou o Brasil como conferencista no Encontro “Centro e Periferia: produção da dança contemporânea hoje”, em Oslo, Noruega (2008).
Vencedor do Prêmio Itaú Cultural Rumos Educação Cultura e Arte 2009/2010 pelo trabalho desenvolvido com a DI Cia de Dança; Palestrante no Festival Brasil Move Berlim 2009.
Paulo Azevedo, Artistic Director and Choreographer of DI Dance Company is a Master in Social Policy, Graduate in Physical Education, Author of the books “Dança de Rua, contando histórias”; “GREM: a descoberta de talentos nas escolas municipais de Macaé”; “Meninos que não criam permanecem no CRIAM.: inspired by stories of lives of children in conflict with the law”; Author of the project “Corpo Aberto” research on the relationship between body and memory Brazil and Benin “;  Visiting Professor at Instituto Itaú Cultural/ Programa Rumos Educação, (2006); Visiting Professor at Seminário de Dança e Educação em Porto Alegre/RS (2006/08), acted in over 16 countries as a choreographer, teacher and lecturer, has represented Brazil with the band ART. 1 in WCPRC (Nobel Prize for the Rights of Children in the World) in Marifried and Stockholm, Sweden (2007); represented Brazil as a lecturer at the Meeting “Center and Periphery: production of contemporary dance today”, in Oslo, Norway (2008), Winner of Itaú Cultural Directions Education Culture and Art 2009/2010 for their work with the DI Dance Company; Lecturer in Brazil Moves Festival Berlin 2009.
Dilma Negreiros
Graduada em Pedagogia, pós graduada em Pedagogia Empresarial; Produtora Executiva do CIEM.h2(Centro Integrado de Estudos do Movimento Hip Hop); palestrante em vários estados brasileiros sobre os temas “Inserção no mundo do trabalho”, “Inclusão de pessoas com deficiência” e “ Inteligências Múltiplas como base conceitual para socialização, ensino e profissionalização da dança”. Palestrante no Festival Brasil Move Berlim 2009. Produtora da DI Cia dança desde a fundação. .Atuou no Festival Dies de Dança- Espanha, no Festival Brasil Move Berlim 2009, Caixa Cultural, Prêmio FUNARTE Klauss Vianna de Dança 2008, Festival Internacional Visões Urbanas 2010.
Dilma Negreiros – Graduated in Pedagogy, Pedagogy post graduate in Business, Executive Producer of CIEM.h2 (Integrated Center for the Study of Hip Hop Motion), lecturer in several Brazilian states on the themes “Entering the world of work”, “Inclusion of people with disabilities “and” Multiple Intelligences as a conceptual basis for socialization, professionalization of dance. ” Lecturer in Brazil Moves Festival Berlin 2009. She has been producer of DI Dance Company since it’s founding. Participate of the festival Dies de Dança -Spain, Brazil Moves Berlin 2009, Caixa Cultural, Award of Dance FUNARTE Klauss Vianna 2008, Urban Visions International Festival 2010.
Renato Mota
intérprete-criador da DI Cia de Dança com experiência de 9 anos em dança. Atuou no vídeo-dança Thorazine, no Festival Brasil Move Berlim 2009, no Projeto com a Cabeça na Roda Prêmio FUNARTE Klauss Vianna de Dança 2008 (em turnê pelas Universidades do Rio de Janeiro); na  Ocupação da Caixa Cultural 2010 e no Festival Internacional Visões Urbanas.
É professor de dança-teatro e da oficina Gesto e Movimento para pessoas com deficiência, no Centro Integrado de Estudos do Movimento Hip Hop.
Renato Mota is interpreter-creator of DI Dance Company with nine years experience in dance. Act on video-dance Thorazine, Festival Brazil Moves Berlin 2009,on  the Project With the Head on Wheel Award Dance FUNARTE Klauss Vianna 2008 (on tour by the Universities of Rio de Janeiro); Occupation Caixa Cultural Festival in 2010 and Urban Visions. He is professor of dance and theater and the Gesture and Movement workshop for people with disabilities on CIEM.h2
Ariana Mota
Graduada em Educação Física, ensaiadora, intérprete com experiência de 9 anos de dança. Atuou no vídeodança Thorazine. Apresentou-se no Festival Brasil Move Berlim 2009, na turnê pelas Universidades do Rio de Janeiro através do Preêmio Klauss Vianna de Dança 2008, na França e na Áustria como intérprete convidada da Membros Cia de Dança.
Ariana Mota is graduated in physical education, rehearsal, artist with 9 years experience of dance Act on video-dance Thorazine, on Festival Brazil Moves Berlin 2009 on tour by the Universities of Rio de Janeiro through Award Dance FUNARTE Klauss Vianna 2008, as interpreter in France and Austria invited by Members Dance Company.
Aline Negreiros
Intérprete com experiência de 11 anos em dança, incluindo participação no Festival Dies de Dança- Espanha, no Festival Brasil Move Berlim 2009, na turnê pelas Universidades do Rio de Janeiro através do Prêmio Klauss Vianna de Dança 2008, no Festival Internacional Interações Urbanas 2010, CAIXA Cultural 2009, para ocupação dos espaços do RJ e SP, em 2010.
Aline Negron is an interpreter with 11 years experience in dance, including participation in the Festival Dies de Dança-Spain, Brazil Moves Berlin in 2009, on tour from the Universities of Rio de Janeiro by Award Dance Klauss Vianna in 2008, the International Festival Interactions Urban 2010, Caixa Cultural 2009, for occupation of the RJ and SP, in 2010.
Everton Viana
Intérprete com experiência de 11 anos em dança, incluindo participação no Festival Dies de Dança- Espanha, no Festival Brasil Move Berlim 2009, na turnê pelas Universidades do Rio de Janeiro através do Prêmio Klauss Vianna de Dança 2008, no Festival Internacional Interações Urbanas 2010, CAIXA Cultural 2009, para ocupação dos espaços do RJ e SP, em 2010.
Everton Viana is an interpreter with 11 years experience in dance, including participation in the Festival Dies de Dança-Spain, Brazil Moves Berlin in 2009, on tour from the Universities of Rio de Janeiro by Award Dance Klauss Vianna in 2008, the International Festival Interactions Urban 2010, Caixa Cultural 2009, for occupation of the RJ and SP, in 2010.
Maurício de Muros
Intérprete com experiência de 11 anos em dança, incluindo participação no Festival Dies de Dança- Espanha, no Festival Brasil Move Berlim 2009, na turnê pelas Universidades do Rio de Janeiro através do Preêmio Klauss Vianna de Dança 2008, no Festival Internacional Interações Urbanas 2010, CAIXA Cultural 2009, para ocupação dos espaços do RJ e SP, em 2010.
Maurício de Muros is an interpreter with 11 years experience in dance, including participation in the Festival Dies de Dança-Spain, Brazil Moves Berlin in 2009, on tour from the Universities of Rio de Janeiro by Award Dance Klauss Vianna in 2008, the International Festival Interactions Urban 2010, Caixa Cultural 2009, for occupation of the RJ and SP, in 2010.
Gleydson Dias (Twoway)
Intérprete convidado com experiência de 2 anos em dança. É aluno da Escola DI.
Guest artist with 2 years experience in dance. He’s a student dance on DI Dance Company.
Felippe (Xyu) Machado
É Iluminador, Artista Plástico, Designer Gráfico e Videomaker. Trabalha com produção de videodanças, tendo o filme Thorazine premiado como melhor fotografia no Festival Tápias 2009. Foi professor do Curso de Cinema do CIEM.h2 no convênio firmado com a UNESCO para realização do Projeto Criança Esperança, capacitando 100 adolescentes e jovens em Audiovisual.
Is Illuminator, Artist, Graphic Designer and Videomaker. Works with production of video dance, having the movie Thorazine named best picture in Tapias Dance Festival – 2009. He was professor of the School of Cinema CIEM.h2 on the agreement signed with UNESCO for the implementation of Children’s Hope Project, enabling 100 young people in Audiovisual.
PROCEDIMENTOS DE 1 PSEUDÓPODO ficha artística | cast
Direcção Artística e Coreografia | Choreography: Paulo Azevedo
Produção Executiva | Executive Production: Dilma Negreiros
Intérpretes | Dancers: Renato Mota, Ariana Mota, Aline Negreiros, Everton Viana,  Maurício de Muros e Gleydson Dias
Iluminação | Light Design: Filippe Machado

2 Responses to Procedimentos de 1 Pseudópodo

  1. Adriana Barbosa says:

    Somos estudantes de design de moda e grafico desenvolvendo um projeto focando a inclusão e as atividades fisicas a partir da dança. Gostariamos de entender quais sao as necessidades que uma pessoa que pratica dança/ esporte com mobilidade reduzida tem no quesito objetos de uso pessoal. Seu grupo é de São Paulo? Pelo que entendi o Gleydson Dias é portador de deficiencia que pratica dança, isso confere? Conseguimos agenda um bate papo com ele?
    Abaixo segue o contato do grupo:
    nanab74@gmail.com
    cell: 8737-1074

    fico no aguardo de seu contato ansiosamente!!

    ATT,

    • Boa noite Adriana! Obrigada pelo seu interesse. Não, a CiM – Companhia Integrada Multidisciplinar, é de Lisboa, Portugal 🙂 Contudo sim, a DI Cia. de Dança é do Rio de Janeiro, pelo que será mais acessível para vocês contactarem. Têm aqui o blogue com informação sobre a Companhia: http://blog.ciemh2.com/p/di.html.
      Desconhecíamos, mas descobrimos ao fazer uma pesquisa rápida que a companhia encerrou a sua actividade em Agosto…
      O contacto preferencial com a Companhia é o de Dilma de Andrade Negreiros, produtora. Poderão tentar ligar para lá!
      http://pt-br.facebook.com/notes/renato-mota/di-cia-de-dan%C3%A7a-encerra-suas-atividades/187162561348873?ref=nf
      Podem no entanto concerteza ainda pesquisar este projecto, no qual a nossa CiM irá participar pela segunda vez este Novembro e que marcou o seu nascimento em 2007 – http://www.modeh.fr/. É um evento de moda adaptada a pessoas portadoras de deficiência, bem ajustado ao que precisam!
      Melhores Cumprimentos e boa sorte com a vossa recolha!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s